Substituir

A substituição

Como já sabemos, os sistemas não permitem a exclusão provocada pelo amor desordenado e arcaico que segue a consciência individualista, ele segue regras claras de inclusão para a prevalência da vida e do amor da alma.
Tenho observado nas vivenciais facilitadas por mim, que, todos que estão em desordem, seja por quebra da hierarquia, seja por arrogância, ou por qualquer outro fator que argumenta-se através da consciência individualista, substituem as forças que lhe faltam por algo que lhe cause algum sofrimento, mesmo quando o gesto, objeto, ou comportamento escolhido, proporcione alguma satisfação imediata ou disfarçada. Podemos dar como exemplo de tentativas comuns de substituição:  as drogas, os alimentos, a ansiedade, os animais de estimação, comportamentos repetitivos, dentre outros.
Tudo o que não flui tem um nó por trás, ou seja, se existe uma questão recorrente, mesmo que seja de décadas em décadas, permita-se olhar para o caminho trilhado e observe aonde tem o nó.
Verifique o que está a usar para substituir a situação mal resolvida, tenha gratidão por esta escolha mas, deixe-a ir. Dê lugar ao que realmente deixaste para trás sem honra e respeito. Para olhar para frente é preciso ter honrado todos os passos. Assim, poderá seguir adiante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *